VISITANTES ÀS PÁGINAS:

Metades


 Por sermos humanos quando amamos,
 Metade somos o próprio amor,
 Outra metade, o amor próprio. 
 Sermos incertos e imperfeitos é o mais certo...
 Sermos completos, é a nossa idealização
                                    [ Da inspiradora plenitude buscada...
 Mas nunca fora de nós a alcançaremos,
 Nem tão pouco a acharemos apenas em nós mesmos ...
 Um impasse - enigma...
 No qual transcender ilusões e desilusões é a palavra - desafio...
 Ponte para novas possibilidades, esperanças e transformações
 Que nos ressuscitam!  (   T.Semog  )