VISITANTES ÀS PÁGINAS:

Por que escrevi a música "Esse Tempo" ?

Escute aqui ►

"Esse Tempo" : Estamos nos distanciando das nossas origens anímicas ou nos encaminhando ao seu resgate ?
Estamos presenciando um momento caótico, vazio de motivações essenciais ao espírito da solidariedade humana ? Ou estamos avançando gradativamente, a uma realidade coletiva mais consciente e comprometida com as transformações, além das tecnológicas ? Estas, aceleram-se somente para nos dar suporte físico e mental àquelas condições imprescindíveis, que nos impulsionam a um novo estágio evolutivo de Consciência, bem diferenciado daquilo que vemos atualmente ?  Entre um e outro questionamento, foi então que escrevi essa canção, numa confusa noite, apelando por "verdade". Mas "verdade" pra mim é mais que uma 'certeza' acabada ou definição limitadora. Nessa música falo da "verdade" como ATITUDE  franca e honesta de cada cidadão e indivíduo, com toda a sua singularidade subjetiva, também. Espero que reflitam comigo o seu sentido nas entrelinhas dos versos e no arranjo do blues instrumental. Enquanto isso, os meus pensamentos seguem coincidindo com a compreensão finalista e ampliadora ( Jungueana ), sobre os fenômenos que a ciência tradicional tenta explicar de um modo redutivo apenas: "... Jung via a ciência como um mito destinado a explicar o universo cuja natureza íntima, para ele, permaneceria para sempre incognoscível...Carl Gustav Jung faleceu em 06 de junho de 1961. Criador da psicologia analítica e reconhecido como um dos sábios do século, deixou significativas contribuições científicas para o estudo e compreensão da alma humana. Sua obra reflete profundo interesse pelas questões espirituais, enquanto fenômenos psíquicos. REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA (1) EM BUSCA DE JUNG - J. J. Clarke Rio de Janeiro: Ediouro, 1993 - p. 45 "